Skip to Content

Category Archives: Dicas

15 out
Publicado em: Dicas, Eventos, Trilhas

A galera do Brasil Fora de Estrada está promovendo uma ousada expedição 4×4 para o Marrocos em parceria da agência Offroad Travel.

A ideia é fazer uma expedição radical por lugares que poucos brasileiros tenham passado e o destino escolhido foi o noroeste africano, o Marrocos, país de uma cultura singular e paisagens que parecem tiradas de um filme antigo.

No roteiro estão lugares magníficos como as cidades de Marrakech e Boulmane Dades, desertos do Saara e Foum Zguid, passado por alguns oásis, rios históricos, trechos do antigo Rally Dakar africano e o estúdio de filmagens Quarrzazate.

“Detalhe, fazer tudo isso acompanhado de guias que falam nossa língua e que tem anos de experiência no deserto marroquino. Nunca um grupo de brasileiros fez esse trajeto a bordo de um 4×4 e queremos ser os primeiros a cumprir a tarefa”, diz a organização do evento.

Se você quiser fazer parte dessa aventura precisa correr pois as vagas são limitadas e o prazo das inscrições é até o dia 1 de novembro. A expedição acontecerá durante o período do carnaval de 2015.

Mais informações e inscrições através do email brasilforadeestrada@gmail.com.

6 ago
Publicado em: Condução, Dicas

Uma das práticas mais prazerosas do fora de estrada é se embrenhar nas trilhas e levar a viatura ao limite, desafiando os obstáculos mais improváveis de se transpor. São as trilhas que chamamos de pesadas.

Erosões, dunas, rios, lamaçais e lagoas são alguns dos desafios encontrados e nesse tipo de prática onde a máxima é “quanto pior melhor”. Para os jipeiros que gostam, se a trilha não oferecer nenhum tipo de obstáculo então não tem graça nenhuma.

Mas sair para o off-road pesado não basta apenas ter um carro preparado, cheio de acessórios e modificações. Para encarar esses desafios é preciso mais que coragem, é preciso ter alguns cuidados e saber de algumas técnicas específicas.

Por isso, preparamos algumas dicas que consideramos fundamentais para esse tipo de prática off-road, que valem tanto para quem é novo no assunto e como para quem já é “macaco velho”.

. Parece óbvio mas antes de sair não esqueça de checar todos os itens de segurança do veículo, inspecionando fluido, pneus e luzes.

. O cinto de segurança não é obrigatório somente em vias oficiais, nas trilhas ele é igualmente necessário.

. Lembre-se de levar sempre água potável para todos os ocupantes do veículo e para o próprio. O uso do carro em situações extremas pode gerar algum tipo de vazamento, o que ocasiona um superaquecimento.

. Regule os espelhos retrovisores externos de modo que o motorista possa visualizar as rodas de trás pois assim ele pode ver o caminho das rodas traseiras.

. Em declives lisos, escolha uma marcha e siga com ela até o final do obstáculo. Não troque de marchas no meio e não utilize o freio pois você pode perder o controle do carro. Esse controle é feito com o freio motor e a aceleração.

. Lembre-se que o bloqueio de diferencial não pode ser utilizado em curvas.

. Calibre os pneus de acordo com o terreno que irá enfrentar. Para solos com pouca compactação use pressões menores pois ajudam a “flutuar” e terrenos com pedras soltas exigem uma pressão maior dos pneus.

. Se a trilha apresentar algum obstáculo em que ocorra algum tipo de inclinação lateral, é preciso calçar o veículo ou ancorá-lo para evitar o tombamento. O uso de pás e enxadas podem auxiliar traçando o caminho a se seguir.

. Ao segurar o volante mantenha o polegar fora do aro. É comum o volante girar involuntariamente devido a solavancos e isso pode fraturar os seus dedos.

. Se for atravessar rios, lagoas ou qualquer trecho alagado mais profundo certifique-se que o snorkel está funcionando corretamente. Antes de iniciar o deslocamento alagado, faça a travessia a pé para ver se o piso está firme e a profundidade do local. Lembre-se de seguir a correnteza.

. Se precisar ficar parado em descidas íngremes, calce o veículo para que ele não desça involuntariamente.

. Ao utilizar o guincho é recomendável o uso de luvas e de um peso no meio do cabo para que ele não “chicoteie” no caso de rompimento. Pode ser o tapete do carro.

. No caso de haver um reboque para desatolar algum carro através de cinta ou guincho, mantenha uma distância segura para que as pessoas não sejam atingidas no caso de algum deles se soltar ou se romper.

. Mantenha uma distância segura do veículo a sua frente para que você tenha uma boa visão da trilha e de tudo que está acontecendo.

. Lembre-se de fixar bem todas as ferramentas e utensílios que se encontram dentro do carro para que nenhum dos ocupantes do veículo sejam atingidos por eles.

É claro que essas dicas não valem para todas as situações pois muitos outros imprevistos podem acontecer durante a trilha, faz parte. Por isso, é muito importante que se escute os jipeiros mais experientes que já passaram por muitas situações de “perigo”.

No mais é pegar a sua viatura, juntar a turma e fazer rastro. Boa trilha.

26 fev
Publicado em: Condução, Dicas

Vai viajar no seu 4×4? Fique atento a essas dicas de segurança que preparamos para que você aproveite ao máximo a sua aventura.

. Evite viajar sozinho. Andar em comboio com dois ou mais carros aumenta a segurança no caso de algo sair errado. Quando acontecem imprevistos, um auxílio é sempre necessário. Além do mais, viajar com amigos é sempre mais prazeroso.

. Colete o máximo de informações sobre o destino e o trajeto escolhido.

. Contrate um guia. Trilhas off-road escondem surpresas que só quem conhece o lugar pode antecipar.

. Use o cinto de segurança. Seu uso é obrigatório em rodovias e em trilhas também. Solavancos, subidas íngremes e tombamentos são comuns nesse ambiente.

. Prepare a sua viatura. Inclua cintas de resgate, manilhas e calibrador para trilhas moderadas e gaiola, snorkel e guincho se for pegar pesado. Esses equipamentos podem “salvar a sua vida” durante a aventura.

. Faça uma revisão dos principais itens como freio, suspensão, óleo, filtros, pneus e sistema de arrefecimento. Manter o veículo em ordem é fundamental.

. Programe paradas para descanso. Viajar por muitas horas pode causar fadiga e mau humor. Um simples pit-stop em um posto ou um restaurante revigoram o ânimo de qualquer um.

. Não abuse da velocidade. Veículos utilitários não foram projetados para altas velocidades pois são mais instáveis que carros de passeio. Portanto, diminua a velocidade e aproveite para curtir o visual.

. Leve sempre um lanche. Principalmente para quem anda com crianças esse é um item indispensável, ninguém sabe onde estará a próxima conveniência.

. Acomode bem a bagagem. Seja no bagageiro ou no porta-malas, certifique-se que tudo esteja preso e firme.

. Não beba durante o trajeto. Em rodovias o consumo de álcool é proibido e nas trilhas não é diferente. Os mesmos efeitos ocorrem nas duas situações e você vai precisar dos seus reflexos no off-road também. Portanto, se for beber vá de “zequinha”.

Viajar com planejamento e responsabilidade, essa é a ordem.

Fonte: internet.

20 nov

Nesse final de semana se comemora o dia das crianças e muitas famílias optam por curtir esse dia longe da cidade, em seus 4×4, acompanhados dos seus filhos. Preparamos algumas dicas especiais para quem vai se aventurar com os seus pimpolhos nas trilhas off-road.

Para que tudo seja uma experiência agradável e tranquila é fundamental tomar alguns cuidados. A primeira dica é: nesse assunto, preparação é tudo.

Não existe uma idade mínima para se levar a criançada, basta que você nivele a aventura de acordo com a idade dos seus filhos. Mas lembre-se que a diversão é para os pequenos, então evite trilhas muito pesadas. Estabeleça anteriormente um roteiro mais leve e apropriado para eles, com paradas periódicas para driblar a monotonia e, se possível, com banhos de mar, cachoeira, lagoa, rios ou uma simples pausa para o lanche. Eles adoram.

Dê uma atenção especial a segurança. Cinto de segurança, cadeirinha e assento são itens fundamentais nesse tipo de aventura, pois saltos inesperados podem provocar a batida da cabeça no Santo Antonio ou no teto do veículo. Além disso, os tombamentos podem acontecer. Então, verifique se esses itens estão de acordo com a idade, altura e peso do seu filho e em perfeito funcionamento.

Lembre-se de incluir na sua bagagem itens como protetor solar, chapéu ou boné, repelente contra insetos, lanches, papel higiênico, água potável para beber e se lavar e um kit de primeiros socorros.

Preste atenção nas roupas, se for para locais com mata é mais indicado calças e botas ou tênis mas se for para a praia bermudas e sandálias são o mais indicado. Dê preferência a roupas coloridas pois são mais fáceis de serem vistas a distância. Verifique também a previsão do tempo e, se for fazer frio, não esqueça os agasalhos.

Sabemos que em toda viagem off-road existem trechos longos de deslocamentos pelo asfalto então previna-se, pois os pequenos ficam impacientes rapidamente e podem fazer um pequeno inferno dentro do carro. DVD’s portáteis com fones de ouvido para assistir filmes e desenhos animados, smart fones, tablets e vídeo games portáteis podem entretê-los por horas.

Coisas simples como fazer brincadeiras, jogos (“bingo com as placas dos carros”, “quem viu primeiro” ou “jogo das celebridades”, por exemplo) ou cantar com eles as suas músicas preferidas também funcionam para distraí-los. Assim você evita a famosa frase “já chegou”?

Durante a aventura saiba identificar os momentos que oferecem perigo e mantenha as crianças a distância para evitar acidentes. Atolamentos, resgate com cinta ou guincho e passagem por trechos alagados devem ser encarados com o máximo de cuidado e, se possível, evitados.

Manter o contato com a natureza, ao ar livre, longe dos centros urbanos, shoppings e TV’s pode gerar momentos inesquecíveis com os filhos e é um dos grandes prazeres da vida off-road. Algumas experiências eles jamais irão esquecer. Aproveite.

Fonte: internet.

20 nov
Publicado em: Condução, Dicas

Para se sair bem em situações extremas é preciso mais do que coragem e espírito de aventura, é preciso conhecimento. Veja a seguir algumas informações para você saber o que fazer numa situação de atoleiro de lama:

- Ao se deparar com um atoleiro de lama, não entre diretamente com o veículo. Faça um levantamento a pé, verificando antes com um pedaço de pau ou bambu a profundidade do alagadiço para evitar problemas.

- Verifique a existência de paus ou pedras encobertos que possam furar um pneu ou bater embaixo do veículo removendo-os do caminho para prevenir danos graves ao veículo. Cubra os buracos mais profundos com pedra e terra firme para ajudar na aderência dos pneus durante a passagem.

- Acione a tração 4×4 reduzida e entre com firmeza e moderação, usando a segunda marcha. Evite aceleração alta, que pode fazer os pneus patinarem, com perda de aderência e controle.

- O ideal é ir pelo caminho que já foi trilhado porque o terreno está mais batido mas cuidado com madeira ou pedras utilizadas por outros jipeiros. Se os facões feitos forem muito profundos tente seguir pelo terreno mais irregular.

- Se o veículo começar a perder tração, gire o volante para a esquerda e a direita, mantendo a aceleração até encontrar terreno firme e siga em frente. Caso não dê para avançar, engate a ré e tente fazer o percurso por outro trecho.

- Em caso de atolamento, levante os pneus com o ajuda de um macaco (Hi-lift) e calce-o com pedras e pedaços de madeira para conseguir aderência. Deixe o volante na posição em que o carro atolou pois tentar virar o volante com os pneus presos pode prejudicar o sistema de direção hidráulica.

- É muito importante não se aventurar sozinho por aí. A ajuda dos companheiros de trilha mais experientes é fundamental para lhe dar orientações específicas para a situação e também no caso de você precisar ser resgatado.

- Certifique-se se o seu carro está equipado para enfrentar o nível de desafio que você pretende encarar. Itens como pneus e suspensão fazem toda a diferença em situações extremas.

- Lembre-se de manter o seu veículo revisado e pronto para encarar qualquer situação.

- Ter sempre a mão equipamentos de resgate como cintas, manilhas, pranchas, cordas e guincho, por exemplo, pode ser muito útil.

- Se você for o condutor, não beba. Além de dirigir e beber ser proibido, o seu desempenho e capacidade de avaliação de situações arriscadas diminui bastante sob efeito do álcool.

Fonte: internet.